CVM abre mais quatro processos para investigar empresas de irmãos Batista

0
159
Les fonds activistes s'impatientent face à l'accumulation d'importants trésors de guerre de la part de groupes européens qui ne définissent pas pour autant de stratégies claires pour utiliser ces abondantes liquidités. Ils sortent ainsi de plus en plus de leur silence en Europe pour réclamer des entreprises qu'elles se restructurent et qu'elles augmentent les dividendes versés aux actionnaires. /Photo d'archives/REUTERS/Lucas Jackson

SÃO PAULO (Reuters) – A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu nesta sexta-feira mais quatro processos administrativos para apurar denúncias de irregularidades em negócios nos mercados de capitais realizados por empresas dos irmãos Joesley e Wesley Batista, incluindo a JBS (SA:JBSS3).

As investigações foram abertas após reportagens da imprensa e divulgação de delações dos irmãos e de executivos das companhias, no âmbito da operação Lava Jato.

Um dos processos trata de indícios de possível prática de uso de informação privilegiada por meio de operações no mercado de dólar futuro e com ações da JBS. Outro analisa a atuação do Banco Original, da J&F, no mercado de derivativos.

Um outro processo da autarquia analisa a atuação da própria JBS no mercado de dólar futuro. Um quarto processo analisa negociações do controlador da JBS com ações da companhia.

(Por Aluísio Alves – Investing.com)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here