Investidor desiste de “cenário perfeito” no Brasil, diz FT

0
217

Em meio à articulação do governo em prol da reforma da Previdência, o mercado financeiro atravessou um sobe e desce nesta semana alternando euforia e desolação. Para o veículo britânico Financial Times, o investidor caiu na real e desistiu do “cenário perfeito” para o Brasil.

“Independentemente do que ocorrer daqui para frente, muitos investidores parecem ter aceitado que eles estavam errados anteriormente ao precificar o Brasil até a perfeição”, diz texto publicado nesta sexta-feira (10) no site do FT. “Há também a crescente possibilidade de que nenhuma versão da reforma será aprovada.”

Na terça-feira (7), sob a impressão de que o governo tinha jogado a toalha quanto à mudança de regras na aposentadoria ainda neste ano, a Bolsa sofreu o maior tombo desde a delação da JBS em maio. No dia seguinte, com o aparente compromisso de avanço de uma reforma mais “enxuta”, o Ibovespa subiu 2,7%. Na véspera, porém, devolveu 2% com o mau humor externo.

Entre reuniões e eventos nos últimos dias, tanto o presidente Michel Temer quanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, citaram o desempenho da Bolsa para endossar a importância da pauta da Previdência. Por ora, com a queda de 1% na sessão desta sexta-feira (10), o principal índice da B3 acumula queda de 2,33% na semana. Em novembro, cai 2,85% e, no ano, tem ganhos de 19,80%.

No acumulado de novembro até o dia 7, o saldo líquido de investimento estrangeiro na renda variável brasileira está negativo em R$ 1,77 bilhão.

Fonte: Moneytimes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here